Entenda quando o cliente valoriza os serviços e produtos do salão

Por TRESemmé | em 23/11/2014

Entenda quando o cliente valoriza os serviços e produtos do salãoO termo "agregar valor" virou moda e todo mundo quer usar. Porém, nos salões de beleza é preciso ter cuidado para identificar o que é visto pelo cliente e o que fica apenas na intenção do salão em mostrar tal serviço ou produto inovador.

Para o administrador do Qui Beleza, em São Paulo, Renato Pisciotta, essa confusão é muito fácil de acontecer. "Muitas vezes, o salão cria alguma promoção ou oferece um serviço novo e acha que é um belo diferencial, enquanto isso, para o cliente é algo normal, que pode até ter visto em outro salão e por isso não irá repassar essa informação pra frente", explica.

Um dica para evitar que isso aconteça é sempre pedir um feedback para os clientes. "Não precisa ser algo muito formal, um questionário ou e-mail de satisfação. Até mesmo durante o bate-papo é possível notar como o cliente se sente ao receber um produto ou atendimento diferenciado", indica.

O que não pode acontecer é o salão achar que fez uma ação de sucesso, não ter o retorno esperado e se acomodar. Sempre é preciso buscar soluções e respostas. "O mercado da beleza é amplo e competitivo. O termo 'acomodar' não pode fazer parte desses empreendedores. Estar antenado é a melhor forma de se adaptar ao que o meio pede e oferece", comenta o administrador.

Em geral, as pessoas compartilham, disseminam a informação daquilo que lhe faz bem ou trouxe algum benefício. Neste momento intenso de redes sociais, tudo acaba caindo na internet e esse canal é excelente para esse tipo de resposta, pois o público participa, comenta e compartilha, então, essa é uma boa forma de saber se o cliente valorizou a ação da mesma forma que o salão.